Événements

Mostra Mundo Árabe de Cinema 2012
7ème édition. apresenta produções inéditas no Brasil

Français

Com curadoria de Rasha Salti, estão sendo exibidas, desde terça-feira (26/06), 32 produções, entre documentários e ficções que retratam a realidade política, social e cultural dos países árabes, além de obras brasileiras com temáticas relacionadas ao Mundo Árabe contemporâneo.

O ICArabe – Instituto da Cultura Árabe promove, de 26 de junho a 22 de julho, a 7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, apresentando 32 produções, entre documentários e ficções, que retratam a realidade política, social e cultural dos países árabes e obras brasileiras com temáticas relacionadas à imigração árabe no Brasil ou à relação do Brasil com os países árabes e muçulmanos, com filmes da mostra « Mapeando a Subjetividade: cinema experimental árabe dos anos 60 até os dias atuais », exibida no MoMA, em Nova Iorque. A mostra tem entrada gratuita ou a preços populares na cidade de São Paulo e está em cartaz nos espaços CineSESC, Cinemateca e Cine Olido, de 26 de junho a 5 de julho, e Centro Cultural Banco do Brasil, de 17 a 22 de julho. No Rio de Janeiro, as exibições acontecerão no Instituto Moreira Salles, de 6 a 12 de julho. Este é o maior evento de cinema árabe realizado no Brasil, que este ano contará com a presença da curadora Rasha Salti e de diretores internacionais, para encontros e debates inéditos, que também terão a participação de diretores brasileiros e das diretoras culturais da Mostra.

A curadora Rasha Salti é uma liderança do movimento de cineastas do Mundo Árabe e tem experiência com os mais importantes festivais árabes da atualidade, como Abu Dhabi e Dubai. É curadora da mostra Mapeando a Subjetividade: cinema experimental árabe dos anos 60 até os dias atuais, apresentada em três partes (2010, 2011 e 2012) no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA), que recebeu grande aceitação de crítica americana e iniciará sua itinerância pelo Brasil na 7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema. O Brasil será o primeiro país da América Latina e o segundo do mundo a receber a mostra Mapeando a Subjetividade. Trata-se, portanto, de uma oportunidade única, engrandecida pela presença da curadora Rasha Salti e da presença dos diretores Ahmad Ghossein, Ali Essafi e Maha Maamoun.

Sintonia com as mudanças no Mundo Árabe

Em 2011 ocorreram diversos levantes populares nos países árabes que resgataram o sentimento de transformação e despertaram a atenção de todo o mundo. A chamada « Primavera Árabe », que teve início no Egito, revelou um movimento de jovens de diversas nacionalidades ávidos por mudança, democracia e justiça, evidenciando a proximidade de expectativas da juventude árabe com as de outros países do Ocidente e Oriente.

Este movimento certamente influenciou a programação de diversas mostras de cinema realizadas no mundo. Entre elas esteve a 6ª Mostra Mundo Árabe de Cinema, promovida pelo ICArabe em 2011, que despertou grande interesse no público brasileiro. Durante o evento foi possível mostrar que o Cinema Árabe tem uma história longa e que continua em intensa atividade, lançando novas obras, diretores e movimentos.

Neste contexto, a 7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema traz uma seleção de filmes que integram a Mostra Mapeando a Subjetividade: cinema experimental árabe dos anos 60 até os dias atuais, sob curadoria de Rasha Salti e Jytte Jensen. Fazem parte do conjunto filmes raros e atuais, além de produções premiadas em festivais árabes e internacionais, como o de Cannes, de Doha e de Abu Dhabi. Muitas apresentam novos diretores cujo talento já é reconhecido pelo movimento intelectual dos países árabes. Grande parte desses filmes era desconhecida no Ocidente e comprovaram, nos Estados Unidos, o vigor do Cinema Árabe também em sua arte e o talento experimental.

Outros Olhares

A 7a Mostra Mundo Árabe de Cinema apresenta também duas seleções especiais. A primeira, Um olhar contemporâneo, traz outros quatro filmes importantes sobre a atualidade no Mundo Árabe, incluindo filmagens realizadas durante os levantes da Primavera Árabe.

A segunda, Um olhar brasileiro, apresenta duas produções recentes de diretores nacionais sobre o Oriente Médio. Uma é Constantino, de Otavio Cury, que será lançada durante a Mostra, e foi filmada tanto no Brasil como na Síria. A outra, Sobre Futebol de Barreiras, foi realizada por quatro jovens diretores brasileiros na Palestina-Israel.

A 7a Mostra Mundo Árabe de Cinema conta com a direção cultural e idealização de Nagila Guimarães e Soraya Smaili e com as parcerias estruturais do CineSESC, Prefeitura de São Paulo, Cinemateca Brasileira, Câmara de Comércio Árabe Brasileira e Centro Cultural Banco do Brasil.

Em 2012, a Mostra Mundo Árabe de Cinema reafirma-se na cena cultural de São Paulo como o evento de maior representatividade da nova produção cinematográfica árabe. « Vivemos um momento em que o Mundo Árabe e o mundo passam por transformações e há enorme interesse da sociedade brasileira em conhecer esta cultura e a recente e inovadora produção cinematográfica destes países. Além disso, o Brasil se destaca pelas relações comerciais e culturais com os países árabes e pelo grande contingente de brasileiros descendentes que vivem aqui », destaca Soraya Smaili, diretora cultural do ICArabe e da Mostra.

Projeto de Lei do vereador Jamil Murad (PCdoB) que propõe a inclusão da Mostra Mundo Árabe de Cinema no calendário oficial da cidade de São Paulo foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de São Paulo e deverá passar pela comissão de Educação e Finanças.

Homenagem a Aziz Ab’Saber, Presidente de Honra do ICArabe

A 7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema presta homenagem especial ao Professor Aziz Ab’Saber, que faleceu em 16 de março deste ano. Professor Titular da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo e Professor Emérito do Instituto de Estudos Avançados da mesma Universidade (USP), Aziz Ab’Saber escreveu diversos livros entre os quais « Amazônia: do discurso à Praxis » e mais de 300 artigos, um dos grandes geógrafos e intelectuais brasileiros. Em 2004 e 2005 atuou fortemente para a organização e fundação do Instituto da Cultura Árabe, tendo sido o Presidente de Honra do ICArabe.


Curadoria

Rasha Salti

Curadora independente de filmes e artes visuais e escritora libanesa. Entre 2004 e 2010 foi programadora e diretora de criação do ArtEast de Nova Iorque (www.arteeast.org). Dirigiu duas edições da bienal de Cinema East Film Festival (2005 and 2007); foi co-curadora do The Road to Damascus, com Richard Peña (2006) e co-curadora do MappingSubjectivity: Experimentation in Arab Cinema from the 1960s untilow (Mapeando Subjetividade,
Experimentação no Cinema Árabe da Década de 60 até os dias atuais),com Jytte Jensen (2010-2012) exibido primeiramente no MoMA in Nova Iorque. Colabora com um número grande de organizações e festivais, incluindo o Musée Jeu de Paume in Paris, SANFIC in Santiago de Chile, The Tate Modern in London. Em 2009 e 2010, trabalhou na programação do Festival de Abu Dhabi Film Festival (www.adff.ae).


Produção Executiva
Nagila Guimarães

Cursou Economia na PUC-MG, em Belo Horizonte, Comércio Exterior na UCLA, em Los Angeles e Produção de Vídeo e Distribuição na New School For Social Research, em Nova York. Idealizadora e co-curadora da Mostra de Cinema Árabe, CCBB de Brasília em 2011. Idealizadora e curadora da mostra de Cinema Georgiano para os CCBBs do Rio e São Paulo em 2009. Trabalha para o Abu Dhabi Film Festival desde 2008 e trabalhou para o Miami International Film Festival de 2003 a 2010.Produtora do documentário « Please Talk to Kids About Aids », de 2006. Participou do Sundance Film Festival em 2002. Co-fundadora e sócia da Imagination Plus, Dubai, de 1997 a 1999 e foi representante da Vidart (Produtora e distribuidora de videos), em Nova York, de 1993 a 1996.

Soraya S. Smaili
Professora Livre-Docente da Universidade Federal de São Paulo. Graduada pela USP, fez mestrado e doutorado pela Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina e pós-doutorado na Thomas Jefferson University e no National Institutes of Health (NIH), EUA. Secretária Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Já atuou em várias atividades científicas e culturais junto à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Participou da fundação do Instituto da Cultura Árabe tendo sido a primeira presidente. Atualmente é Diretora Cultural e Científica. Desde 2005 passou a organizar e realizar a curadoria das mostras de cinema do Instituto da Cultura Árabe, entre outras atividades. Realiza a Direção Cultural das Mostras de Cinema
Árabe e das Mostras de Fotografia.

O cinema derrubando barreiras

A ideia de apresentar filmes e produções árabes e debatê-los permeia toda a trajetória do Instituto da Cultura Árabe, que questionou, desde seu início, onde estavam as produções de cinema árabes: inexistentes ou simplesmente ausentes do público brasileiro? Percebeu-se que se tratava da segunda alternativa. Havia diversos filmes, uma intensa produção cinematográfica e o ICArabe investiu na busca dessas produções.

As mostras do ICArabe são organizadas pelo Núcleo de Cinema do Instituto e nos últimos anos incluiu diversas atividades realizadas em diferentes cidades do país, como Rio de janeiro, Brasília e Belo Horizonte.

A Mostra Mundo Árabe de Cinema vem crescendo a cada ano, sempre trazendo filmes inéditos e convidados internacionais. Em 2011, foi realizada em três cidades, São Paulo, Brasília (no CCBB) e Belo Horizonte.

Informações gerais

7ª Mostra Mundo Árabe de Cinema
de 26 de junho a 22 de julho de 2012 | São Paulo, SP e Rio de Janeiro, RJ – Brasil | Realização Instituto da Cultura Árabe – ICArabe


CineSESC
Datas: Abertura 25 de Junho. Mostra de 26 de Junho de 4 de Julho
Ingressos: R 8,00 $ [inteira]– R $ 4,00 [usuario matriculado pas dependentes e SESC, maiores de 60 anos, professores da Rede pública de ensino e estudantes com comprovante]– R $ 2,00 (Trabalhador pas comércio e Serviços matriculado pas dependentes SESC e)
Endereço: Rua Augusta, 2.075 | Cerqueira César | São Paulo | Tél. 11 3087-0500
Site: www.sescsp.org.br

Galeria Olido
Datas: de 26 de Junho un 1 de Julho
Ingressos: R 1,00 $ (Inteira) e R $ 0,50 (meia-entrada)
Endereço: Avenida São João, 473 | Centro | São Paulo | Tél. 11 3331 8399
Site: www.galeriaolido.sp.gov.br

Cinemateca Brasileira
Datas: 26 de Junho de 5 de Julho
Ingressos: R 8,00 $ (Inteira) e R $ 4,00 (meia-entrada) – Maiores de 60 e estudantes das escolas públicas température entrada gratuita mediante apresentação de comprovação.
Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 | Vila Clementino | São Paulo | Tél. 11 3512-6111
Site: www.cinemateca.gov.br

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB
Datas: 17 de Julho de 22 de Julho
Ingressos: R 4,00 $ (Inteira) e R $ 2,00 (meia-entrada)
Endereço: Rua Alvares Penteado, 112 | Centro | São Paulo | Tél. 11 3113-3651 / 3652
Site: www.bb.com.br/portalbb/

Instituto Moreira Salles – RJ
Datas: 6 de 12 de Julho
Endereço: Rua Marquês de São Vicente, 476 | Gávea | Rio de Janeiro | Tél. 21 3284-7400
Site: ims.uol.com.br /

Assessoria de Imprensa
Ana Paula Rogers
Email: paulamartinvi@yahoo.com.br
Email: anarogers@foco21comunicacao.com.br
tél:. 11 8493 3662

Instituto da Cultura Árabe – ICArabe
Endereço: Rua Três de Maio, 70, sobreloja – Vila Clementino. Tél. 11 5084-5131
Site: www.icarabe.org – Email: contato@icarabe.org