Fiche Personne
Réalisateur/trice Producteur/trice Professeur Scénariste Voix off

Joel Zito Araùjo

Brésil

Français

Né dans l’état du Minas Gerais en 1954, Joel Zito Araújo obtient son doctorat en sciences de la communication à l’Escola de Comunicação e Artes de l’Université de São Paulo. Il a réalisé depuis 24 documentaires et 22 moyens métrages. En 2000, son documentaire long métrage A negação do Brasil aborde le thème de la présence des acteurs noirs à la télévision brésilienne. Depuis 2001, il enseigne en tant que professeur invité au Département de Radio-TV-Film de l’Université du Texas, à Austin (EUA).

English

Curiosidades
– Cineasta, escritor, professor, diretor e roteirista de filmes, vídeos educacionais e institucionais, programas e campanhas eleitorais de TV. Criador e diretor dos filmes A Negação do Brasil, Filhas do Vento & Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado.

– Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes/USP.

– Pós-doutorado Department of Radio-TV-Film & Department of Anthropology da University of Texas em Austin.

– Professor Convidado do Departamento de Radio-TV-Film da University of Texas – Austin (agosto/2001 a junho/2002) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi-Morumbi, São Paulo (2000-2001).

– Coordenador pedagógico do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Cinema em Cuiabá (Out/2006 a Out/2008). Universidade de Cuiabá e MISC – Museu de Imagem e do Som de Cuiabá.

– Curador e organizador de várias mostras de Cinema Negro no Brasil. Consultor e parceiro brasileiro dos Festivais « 3 Continents Human Rights » da África do Sul e « DoKanema » em Moçambique. Co-organizador da Mostra Cinema Raízes Negras Latino-americanas na Caixa Economica Federal RJ.

– Retrato em Preto e Branco (roteiro e direção) um documentário sobre a mídia e relações raciais no Brasil. Selecionado para vários festivais no exterior, entre eles: 1ère Muestra Europeenne de Videos Latino-Americaines, França / 1993. Chicago Latino Film Festival, 1994 nos EUA. IV Encontro Latino Americano de Vídeo, Peru, nov. 1993.

– A Exceção e a Regra (roteiro e direção) documentário sobre como o sistema jurídico brasileiro acolhe as vítimas de racismo, 1997. Selecionado para o Festival Nacional de Vídeo « Brasilidade », organizado pela Cinemateca do MAM-RJ e Goethe-Institut – Rio de Janeiro.

– Ondas Brancas nas Pupilas Negras (roteiro, produção e direção). Documentário didático sobre imagem dos negros na mídia, 1995.

– Eu, Mulher Negra (roteiro e direção). Vídeo-documentário educativo sobre saúde da mulher negra para o CEBRAP – 1994.

– São Paulo abraça Mandela (roteiro, produção e direção). Documentário sobre a visita de Nelson Mandela à cidade de São Paulo – 1991.

– Alma Negra da Cidade (roteiro e direção). Documentário sobre a afirmação da comunidade negra no espaço urbano de São Paulo. Realizado para a TV Gazeta, em 1990.

– Vista a minha Pele (roteiro, produção e direção). Realizado para o projeto « Educar para a Igualdade Racial – Experiências de promoção da igualdade racial/étnica no ambiente escolar ». Uma parceira da UNICEF, Ministério da Justiça e a Ong paulista CEERT. 2003.

– Fez roteiro e direção de O Efêmero Estado União de Jeová. Documentário de longa-metragem para Televisão sobre o sonho messiânico de curta duração de Udelino de Matos, que tentou formar um estado camponês com a população de maioria negra do norte do Espírito Santo nos anos 50. Uma co-produção com a TV Gazeta (Rede Globo) do Espírito Santo. 1999. 62 min.

– A Negação do Brasil. (roteiro, produção e direção). Filme-documentário de longa-metragem sobre os preconceitos, tabus e a trajetória do personagem negro na telenovela brasileira. 35mm/91 minutos.

– A Negação do Brasil foi selecionado para os Festivais e Mostras Internacionais: Festival Internacional do Documentário e Novos Media do Porto -, Portugal. 2001. New York African Diaspora Film Festival, 2001. Festival Internacional de Cinema RIO BR 2001. Habana Film Festival / Festiva Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano. 2001. I Muestra de Cine e Video Documental de Madrid, 2001. The 10th Annual Pan African Film Festival – Los Angeles, CA USA. 2002. 5th Annual Internacional Festival of New Cinema of the Americas. Austin,Texas. 2002. Festival International de Biarritz – Le Prix Union Latine du Film Documentaire – 2002. Mostra Brazil on Film – Novo Cinema Novo. London. 2002. FESPACO – panAfrican Film Festival 2003. Burkina Fasso. CINE-SUL 2003, Rio de Janeiro, RJ. African Diaspora Film Festival in Chicago, June 20-26 2003. 3 Continents Human Rights Festival (2003)- Johannesburg -South Africa. 7e Festival Ecrans Noirs – Camarões. 2005. Cycle 3 Villes do Brasil – Fórum dês Images / Paris. 2005.The 2nd UK Brasilian Film Festival – Londres. Set/2006. Festival du film Brésilien – Bruxelas, Set/2006. Mostra de Cinema Negro de Cuiabá – 2006. 19º. Rencontres Cinemas d’Amerique Latine de Tolouse, mar 2007. Orumilá Zumbi Mostra Cinema IBRIT Milano – Itália. Nov 2008.

– Filhas do Vento (argumento, produção e direção), longa-metragem de ficção. Um dos seis roteiros premiados pelo Concurso de Longas de Ficção de Baixo-orçamento do Ministério da Cultura. Dez/2001.

– Filhas do Vento foi convidado Hors Concours para o Festival de Natal 2004; Festival de Curitiba, 2004 Festival de Campo Grande, 2005; Festival de Belém, 2004; MOPAAC, Salvador, BA, 2005; Mostra de Cinema Conquista. BA – 2006; Mostra de Cinema Negro de Cuiabá – 2006.

– Filhas do Vento foi selecionado para Premiére Mundial em Nova York, a convite do MoMA – Museu de Arte Moderna, junho de 2004. Seleção Oficial do Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (outubro/2004). Cape Town World Cinema Festival – nov/2004. 35TH International Film Festival of India – dez/2004. 3 Continents Human Rights Festival 2004- Bombaim/India. 7e Festival du Cinema Bresilien de Paris – 2005. 7e Festival Ecrans Noirs – Camarões. 2005. Brasilcine Gottemburg 2005. 13th New York African Diaspora Film Festival, 2005. Mostra Itinerante de Cinema Brasileiro 2005 (Argentina, Chile e México). Organizada pelo Ministério das Relações Exteriores. 2º. CINEPORT 2006 – Fest. Cinema Paises Lingua Portuguesa, Lagos – Portugal. 2006. HIFF – Hawai International Film Festival, 2005. The 2nd UK Brasilian Film Festival – Londres. Set/2006. Festival du film Brésilien – Bruxelas, Set/2006. Third Brazilian Film Festival – Nicosia, Chipre. Out/2006. Festival de Cinema Ibero-americano de Argel – Argélia. Nov/2006. Santa Barbara Film Festival, Feb. 3, 2006. 19º. Rencontres Cinemas d’Amerique Latine de Tolouse, mar2007. The Women of Color Arts & Film (WOCAF) Festival, Atlanta,GA. 2007. Johns Hopkins Film Festival 2007. Baltimore,EUA. Festival International du Film Panafricain, Cannes, abril 2008. Mostra « Cinema of Brazil: Afro-Brazilian Perspectives ». Org. Barbican Film & Embassy of Brazil in London. Out/2008. Brasilianisches Film Festival (CineBrasil) – Salzburg, Jena, Berlin, Hamburg, Lubeck, Wurzburg, Bern. Nov.2008.

– Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado. Filme documentário de longa-metragem sobre turismo sexual e exploração da mulher negra. Participou Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro – Premiére Brasil 2008; 5º. Festival de Cinema de Arte – Salvador, Bahia. Out/2008; FIC – X Festival Internacional de Cinema de Brasília. Novembro 2008. Premio « Menção Honrosa »; Filme de Abertura da – I Mostra Internacional de Cinema sobre Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – Rio de Janeiro – Novembro 2008. Organizado pelo III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; II Encontro de Cinema Negro Brasil-África-América Latina. Rio de Janeiro- Nov.2008; FESPACO – Burkina Fasso. Fev-2009.

Prêmios
– Com Memórias de Classe, Prêmio de melhor roteiro – Festival Ford/Anpocs, Rio de Janeiro – 1989.

– Por Almerinda, Uma Mulher de Trinta, Prêmio de melhor documentário sobre memória nacional do Festival Guarnicê Cinema e Vídeo do Maranhão, 1992.

– Roteiro premiado pelo Concurso Nacional de Documentários do Ministério da Cultura de 1999, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Melhor Filme da Competição Brasileira do 6o. Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Melhor Pesquisa do 6o. Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Quanta para o melhor documentário brasileiro – – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio « Gilberto Freire de Cinema » no 5o. Festival de Cinema do Recife – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio « Melhor Roteiro de Longa Documentário » no 5o. Festival de Cinema do Recife – 2001, por A Negação do Brasil.

– Filhas do Vento foi vencedor de 8 kikitos em 6 categorias no Festival de Cinema de Gramado (agosto/2004)Kikito para o Melhor Filme escolhido pela crítica; Kikito para o Melhor Diretor – Joel Zito Araújo; Kikito para o Melhor Ator – Milton Gonçalves; 02 Kikitos para Melhor Atriz – Ruth de Souza e Lea Garcia; Kikito de Melhor Ator Coadjuvante – Rocco Pitanga; 02 Kikitos de Melhor Atriz Coadjuvante – Tais Araújo e Thalma de Freitas.

– Vencedor do 8ª Mostra de Cinema de Tiradentes, MG – 2005. – Melhor Filme pelo júri popular, por Filhas do Vento.

– Vencedor do Paratycine – 2º. Festival de Cinema de Paraty, RJ – 2005. – Melhor Roteiro, por Filhas do Vento.

– Vencedor do Festival de Cinema de Macapá, 2005. Melhor ator e melhor atriz, por Filhas do Vento.
Curiosidades

Source :
www.adorocinemabrasileiro.com.br/personalidades/joel-zito-araujo/joel-zito-araujo.asp
Films(s)