Fiche Personne
Réalisateur/trice Producteur/trice Professeur Scénariste Producteur/trice délégué/e Voix off

Joel Zito Araùjo

Brésil

Français

Réalisateur et producteur brésilien.

Joel ZITO ARAÚJO est un réalisateur et producteur multiprimé. Né dans l’état du Minas Gerais en 1954, Joel Zito Araújo obtient son doctorat en sciences de la communication à l’Escola de Comunicação e Artes de l’Université de São Paulo. Il a réalisé depuis 24 documentaires et 22 moyens métrages. En 2000, son documentaire long métrage A negação do Brasil aborde le thème de la présence des acteurs noirs à la télévision brésilienne. Parmi ses autres films documentaires et fictions : Les Filles du Vent (2004) et Cinderellas, Lobos e um Príncipe Encantado (2008) sur le tourisme sexuel.
Il a enseigné en tant que professeur invité au Département de Radio-TV-Film de l’Université du Texas, à Austin (USA).

English

Joel ZITO ARAÚJO is an award-winning Brazilian filmmaker. For over two decades, he has produced documentaries and narrative shorts dealing with social issues in Brazil, particularly the nation’s Afro-Brazilian population. His feature-documentary Cinderellas, Lobos e um Príncipe Encantado about sexual tourism in Brazil enjoyed a strong theatrical and community release. His documentary Negação do Brasil about the participation of black actors in Brazilian telenovelas won Best Documentary at the E Tudo Verdade film Festival. His feature-length narrative, Filhas do Vento brought together the largest black cast in the history of Brazilian cinema. The Gramado Festival award-winning film generated intense media attention and screened widely in Brazil and internationally including New York’s Film Forum and MoMA. Joel is the recipient of a MacArthur Foundation fellowship and has a PhD in Communications from the University of São Paulo and was a visiting scholar at the University of Texas, Austin.


Apart from being a director, Joel Zito ARAÚJO (Brazil) has produced 29 award-winning documentaries, features and narrative shorts raising awareness to social issues in Brazil, particularly the nation’s Afro-Brazilian population. Among his impressive body of work, the highlights are his feature-length fiction film Daughters of the Wind (2004), which brought together the largest black cast in the history of Brazilian cinema and won eight awards at the prestigious Gramado Film Festival and his documentary Cinderellas, Wolves, and One Enchanted Prince (2008) about sexual tourism and exploitation in Brazil.

Short Filmography
O efêmero estado União de Jeová/The Ephemeral Union State of Jehovah (1999, doc)
A negação do Brasil/Denying Brazil (2000, doc)
Filhas do Vento/Daughters of the Wind (2004)
Lobos e Um Príncipe Encantado/Cinderellas / Wolves and a Charming Prince (2009, doc)
Raça (2013, doc)
Meu amigo Fela (2018, doc)

Source:
http://racafilme.com/the-filmmakers.html
https://iffr.com/en/persons/joel-zito-ara%C3%BAjo
_________



PT

Premiado cineasta brasileiro, Joel ZITO ARAÚJO há vinte anos produz documentários e filmes de ficção sobre temas sociais relevantes para o país, especialmente aqueles ligados à população afro-brasileira. Seu primeiro longa-metragem « A Negação do Brasil », sobre a história do negro nas telenovelas brasileiras, ganhou o prêmio de melhor documentário no festival É Tudo Verdade, além de ter sido também premiado no Festival de Recife em 2001. O longa-metragem de ficção « Filhas do Vento » reuniu o maior elenco negro da história do cinema brasileiro e ganhou oito kikitos no Festival de Gramado, além de ter sido o filme vencedor do Festival de Tiradentes, em 2006. O longa-metragem de documentário « Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado », sobre o turismo sexual no país, foi exibido no Brasil e no exterior. Joel, que tem dois livros publicados, escreve extensamente sobre a mídia e a questão racial no país. Joel ZITO ARAÚJO é PhD em Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP) e foi professor-visitante na Universidade do Texas, em Austin (EUA), onde fez seu pós-doutorado

Curiosidades
– Cineasta, escritor, professor, diretor e roteirista de filmes, vídeos educacionais e institucionais, programas e campanhas eleitorais de TV. Criador e diretor dos filmes A Negação do Brasil, Filhas do Vento & Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado.

– Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes/USP.

– Pós-doutorado Department of Radio-TV-Film & Department of Anthropology da University of Texas em Austin.

– Professor Convidado do Departamento de Radio-TV-Film da University of Texas – Austin (agosto/2001 a junho/2002) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi-Morumbi, São Paulo (2000-2001).

– Coordenador pedagógico do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Cinema em Cuiabá (Out/2006 a Out/2008). Universidade de Cuiabá e MISC – Museu de Imagem e do Som de Cuiabá.

– Curador e organizador de várias mostras de Cinema Negro no Brasil. Consultor e parceiro brasileiro dos Festivais « 3 Continents Human Rights » da África do Sul e « DoKanema » em Moçambique. Co-organizador da Mostra Cinema Raízes Negras Latino-americanas na Caixa Economica Federal RJ.

Retrato em Preto e Branco (roteiro e direção) um documentário sobre a mídia e relações raciais no Brasil. Selecionado para vários festivais no exterior, entre eles: 1ère Muestra Europeenne de Videos Latino-Americaines, França / 1993. Chicago Latino Film Festival, 1994 nos EUA. IV Encontro Latino Americano de Vídeo, Peru, nov. 1993.

A Exceção e a Regra (roteiro e direção) documentário sobre como o sistema jurídico brasileiro acolhe as vítimas de racismo, 1997. Selecionado para o Festival Nacional de Vídeo « Brasilidade », organizado pela Cinemateca do MAM-RJ e Goethe-Institut – Rio de Janeiro.

Ondas Brancas nas Pupilas Negras (roteiro, produção e direção). Documentário didático sobre imagem dos negros na mídia, 1995.

Eu, Mulher Negra (roteiro e direção). Vídeo-documentário educativo sobre saúde da mulher negra para o CEBRAP – 1994.

São Paulo abraça Mandela (roteiro, produção e direção). Documentário sobre a visita de Nelson Mandela à cidade de São Paulo – 1991.

Alma Negra da Cidade (roteiro e direção). Documentário sobre a afirmação da comunidade negra no espaço urbano de São Paulo. Realizado para a TV Gazeta, em 1990.

Vista a minha Pele (roteiro, produção e direção). Realizado para o projeto « Educar para a Igualdade Racial – Experiências de promoção da igualdade racial/étnica no ambiente escolar ». Uma parceira da UNICEF, Ministério da Justiça e a Ong paulista CEERT. 2003.

– Fez roteiro e direção de O Efêmero Estado União de Jeová. Documentário de longa-metragem para Televisão sobre o sonho messiânico de curta duração de Udelino de Matos, que tentou formar um estado camponês com a população de maioria negra do norte do Espírito Santo nos anos 50. Uma co-produção com a TV Gazeta (Rede Globo) do Espírito Santo. 1999. 62 min.

A Negação do Brasil (roteiro, produção e direção). Filme-documentário de longa-metragem sobre os preconceitos, tabus e a trajetória do personagem negro na telenovela brasileira. 35mm/91 minutos.

A Negação do Brasil foi selecionado para os Festivais e Mostras Internacionais: Festival Internacional do Documentário e Novos Media do Porto -, Portugal. 2001. New York African Diaspora Film Festival, 2001. Festival Internacional de Cinema RIO BR 2001. Habana Film Festival / Festiva Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano. 2001. I Muestra de Cine e Video Documental de Madrid, 2001. The 10th Annual Pan African Film Festival – Los Angeles, CA USA. 2002. 5th Annual Internacional Festival of New Cinema of the Americas. Austin,Texas. 2002. Festival International de Biarritz – Le Prix Union Latine du Film Documentaire – 2002. Mostra Brazil on Film – Novo Cinema Novo. London. 2002. FESPACO – panAfrican Film Festival 2003. Burkina Fasso. CINE-SUL 2003, Rio de Janeiro, RJ. African Diaspora Film Festival in Chicago, June 20-26 2003. 3 Continents Human Rights Festival (2003)- Johannesburg -South Africa. 7e Festival Ecrans Noirs – Camarões. 2005. Cycle 3 Villes do Brasil – Fórum dês Images / Paris. 2005.The 2nd UK Brasilian Film Festival – Londres. Set/2006. Festival du film Brésilien – Bruxelas, Set/2006. Mostra de Cinema Negro de Cuiabá – 2006. 19º. Rencontres Cinemas d’Amerique Latine de Tolouse, mar 2007. Orumilá Zumbi Mostra Cinema IBRIT Milano – Itália. Nov 2008.

Filhas do Vento (argumento, produção e direção), longa-metragem de ficção. Um dos seis roteiros premiados pelo Concurso de Longas de Ficção de Baixo-orçamento do Ministério da Cultura. Dez/2001.

Filhas do Vento foi convidado Hors Concours para o Festival de Natal 2004; Festival de Curitiba, 2004 Festival de Campo Grande, 2005; Festival de Belém, 2004; MOPAAC, Salvador, BA, 2005; Mostra de Cinema Conquista. BA – 2006; Mostra de Cinema Negro de Cuiabá – 2006.

Filhas do Vento foi selecionado para Premiére Mundial em Nova York, a convite do MoMA – Museu de Arte Moderna, junho de 2004. Seleção Oficial do Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro (outubro/2004). Cape Town World Cinema Festival – nov/2004. 35TH International Film Festival of India – dez/2004. 3 Continents Human Rights Festival 2004- Bombaim/India. 7e Festival du Cinema Bresilien de Paris – 2005. 7e Festival Ecrans Noirs – Camarões. 2005. Brasilcine Gottemburg 2005. 13th New York African Diaspora Film Festival, 2005. Mostra Itinerante de Cinema Brasileiro 2005 (Argentina, Chile e México). Organizada pelo Ministério das Relações Exteriores. 2º. CINEPORT 2006 – Fest. Cinema Paises Lingua Portuguesa, Lagos – Portugal. 2006. HIFF – Hawai International Film Festival, 2005. The 2nd UK Brasilian Film Festival – Londres. Set/2006. Festival du film Brésilien – Bruxelas, Set/2006. Third Brazilian Film Festival – Nicosia, Chipre. Out/2006. Festival de Cinema Ibero-americano de Argel – Argélia. Nov/2006. Santa Barbara Film Festival, Feb. 3, 2006. 19º. Rencontres Cinemas d’Amerique Latine de Tolouse, mar2007. The Women of Color Arts & Film (WOCAF) Festival, Atlanta,GA. 2007. Johns Hopkins Film Festival 2007. Baltimore,EUA. Festival International du Film Panafricain, Cannes, abril 2008. Mostra « Cinema of Brazil: Afro-Brazilian Perspectives ». Org. Barbican Film & Embassy of Brazil in London. Out/2008. Brasilianisches Film Festival (CineBrasil) – Salzburg, Jena, Berlin, Hamburg, Lubeck, Wurzburg, Bern. Nov.2008.

Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado. Filme documentário de longa-metragem sobre turismo sexual e exploração da mulher negra. Participou Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro – Premiére Brasil 2008; 5º. Festival de Cinema de Arte – Salvador, Bahia. Out/2008; FIC – X Festival Internacional de Cinema de Brasília. Novembro 2008. Premio « Menção Honrosa »; Filme de Abertura da – I Mostra Internacional de Cinema sobre Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – Rio de Janeiro – Novembro 2008. Organizado pelo III Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; II Encontro de Cinema Negro Brasil-África-América Latina. Rio de Janeiro- Nov.2008; FESPACO – Burkina Fasso. Fev-2009.

Prêmios

Com Memórias de Classe, Prêmio de melhor roteiro – Festival Ford/Anpocs, Rio de Janeiro – 1989.

Por Almerinda, Uma Mulher de Trinta, Prêmio de melhor documentário sobre memória nacional do Festival Guarnicê Cinema e Vídeo do Maranhão, 1992.

– Roteiro premiado pelo Concurso Nacional de Documentários do Ministério da Cultura de 1999, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Melhor Filme da Competição Brasileira do 6o. Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Melhor Pesquisa do 6o. Festival Internacional de Documentários – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio Quanta para o melhor documentário brasileiro – – É Tudo Verdade (São Paulo/RJ) – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio « Gilberto Freire de Cinema » no 5o. Festival de Cinema do Recife – 2001, por A Negação do Brasil.

– Prêmio « Melhor Roteiro de Longa Documentário » no 5o. Festival de Cinema do Recife – 2001, por A Negação do Brasil.

Filhas do Vento foi vencedor de 8 kikitos em 6 categorias no Festival de Cinema de Gramado (agosto/2004)Kikito para o Melhor Filme escolhido pela crítica; Kikito para o Melhor Diretor – Joel Zito Araújo; Kikito para o Melhor Ator – Milton Gonçalves; 02 Kikitos para Melhor Atriz – Ruth de Souza e Lea Garcia; Kikito de Melhor Ator Coadjuvante – Rocco Pitanga; 02 Kikitos de Melhor Atriz Coadjuvante – Tais Araújo e Thalma de Freitas.

– Vencedor do 8ª Mostra de Cinema de Tiradentes, MG – 2005. – Melhor Filme pelo júri popular, por Filhas do Vento.

– Vencedor do Paratycine – 2º. Festival de Cinema de Paraty, RJ – 2005. – Melhor Roteiro, por Filhas do Vento.

– Vencedor do Festival de Cinema de Macapá, 2005. Melhor ator e melhor atriz, por Filhas do Vento.
Curiosidades

Source:
http://racafilme.com/sobre-os-cineastas.html
www.adorocinemabrasileiro.com.br/personalidades/joel-zito-araujo/joel-zito-araujo.asp

_________

NL
Behalve dat Joel Zito ARAÚJO (Brazilië) regisseur is, heeft hij 29 prijswinnende documentaires, speelfilms en narratieve korte films geproduceerd. Hiermee verhoogde hij het bewustzijn voor sociale zaken in Brazilië, vooral als het gaat om die van de Afro-Braziliaanse populatie. Hij is het meest bekend om zijn speelfilm Daughters of the Wind (2004), dat een van de grootste zwarte casts samenbracht in de geschiedenis van de Braziliaanse cinema, en 8 prijzen won op het prestigieuze Gramado film festival, en zij documentaire Cinderellas, Wolves, and One Enchanted Prince (2008), over sekstoerisme en exploitatie in Brazilië.

Source:
https://iffr.com/nl/personen/joel-zito-ara%C3%BAjo
Films(s)